Aproveite o melhor do Portal Cris Menegon! Mantenha seu Navegador sempre atualizado. Baixe o Internet Explorer 9
  • bm3 comunica

  • novobm3

Encontre no portal
MEIO AMBIENTE
Publicado por Cris Menegon Qui, 27 de Julho de 2017 09:36

As obras de desassoreamento do rio Carahá contemplam extensão de cerca de 7 mil metros, contando com recursos do governo do Estado. Os trabalhos abrangem o leito e margens do rio em toda a extensão da Avenida Belizário Ramos (Carahá), incluindo o desassoreamento do afluente que desce a partir do bairro Triângulo.

 

Carahá será desassoreado no trecho margeado pela Avenida Belizário Ramos 2

Na próxima segunda-feira (31), às 9h, acontecerá a entrega da ordem de serviço para desassoreamento do rio Carahá. A obra visa reduzir os riscos de enchente no principal curso de água que corta a cidade.


Atualizado em Qui, 27 de Julho de 2017 09:39
 
Publicado por Cris Menegon Qui, 27 de Julho de 2017 09:34

O mês de agosto se caracteriza pela época de queimadas, prática comum nas propriedades rurais da Serra Catarinense. O método é tradicional para renovação de pastagens, mas só é permitida com licença ambiental expedida pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma), que trabalha em conjunto com a Polícia Militar Ambiental (PMA), que realiza a fiscalização das áreas.

 

A prática da queimada em campo nativo requer cuidados para evitar incidentes. A direção do vento é um fator importante. Em dias de temperatura muito elevada, deve ser evitada. É necessário avisar a vizinhança com três dias de antecedência, informando a hora, dia e local do início da queimada.

1 69 660 441 s c1

Quem tem interesse em realizar a queimada controlada deve procurar a Fatma http://www.fatma.sc.gov.br/ ou entrar em contato com as unidades de polícia militar ambiental mais próximas. Para realizar o cadastro é necessário apresentar a documentação exigida para a liberação contendo, por exemplo, os dados da propriedade. Já o projeto deve ser desenvolvido por um engenheiro agrônomo ou florestal. Catarinas

 
Publicado por Cris Menegon Sáb, 15 de Julho de 2017 08:25

Após cinco anos de espera, finalmente o projeto de revitalização do centro de Lages está prestes a se tornar uma realidade. Em uma reunião realizada na manhã desta sexta-feira (14), no gabinete da prefeitura, as mudanças solicitadas ao projeto original foram apresentadas pelo diretor da empresa IDP, Carlos Olsen, responsável pelo projeto, ao prefeito Antonio Ceron e um grupo de empresários.

cxzzzzo

 
Publicado por Cris Menegon Qui, 06 de Julho de 2017 09:16

O prefeito Antonio Ceron, o vice Juliano Polese e o secretário da Agência de Desenvolvimento Regional de Lages (ADR) João Aberto Duarte, confirmaram na manhã desta terça-feira (04) a liberação de recursos no valor R$ 112.500,00 do Governo do Estado mais a contrapartida da municipalidade na ordem de R$ 37.500,00 para os serviços de desassoreamento de toda a extensão do rio Carahá, no perímetro urbano, que compreende do bairro Triângulo até o Caça e Tiro.

cara2

A medida é considerada extremamente importante para as ações de prevenção, diminuindo assim os riscos de alagamentos com as constantes chuvas.

 
Publicado por Cris Menegon Ter, 04 de Julho de 2017 07:50

No final de semana, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente participou de ação organizada pela Associação de Moradores do Bairro da Penha, na qual foi recolhida 1,5 toneladas de lixo eletrônico.

 

A iniciativa deverá se estender para outros bairros, através das respectivas associações de moradores.

lixorre3

 

Agora o Meio Ambiente faz a entrega de todo o lixo recolhido na Eco Centro Sul, empresa especializada neste tipo de serviço e que dá o destino correto ao material que recebe

 
Publicado por Cris Menegon Seg, 19 de Junho de 2017 07:42

Para celebrar o 26º Mutirão Nacional Escoteiro (Muteco), que iniciou no dia 3 de junho, na manhã deste sábado (17), o Grupo de Escoteiros Lages 01/SC mobilizou em torno de 20 integrantes para o plantio de 80 mudas de árvores nativas e frutíferas, doadas pela Polícia Militar Ambiental. Entre elas, Ipê amarelo, Pitangueira, Jabuticaba, Cerejeira e Araçá Amarelo e Vermelho.

 

escotarv

 

Na Praça Óscar Egídio Warner, foram plantadas 28 unidades e na praça da Fraternidade, outras 38, ambas situadas no bairro Copacabana. Já em outra praça próxima a Secretaria da Educação, no bairro Petrópolis, foram plantas as 14 árvores restantes. Segundo o chefe da tropa de escoteiros, Jatir Fernandes, o grupo está sempre alerta, confiante e determinado para fazer a diferença na comunidade. "O contato precoce dos jovens com este tipo de atividade possibilita o conhecimento sobre educação ambiental", salienta.

 
Publicado por Cris Menegon Sex, 16 de Junho de 2017 09:52

Através de uma parceria inédita em seu formato no país, a Vinícola Abreu Garcia e a Sumatra Inteligência Ambiental apresentaram aos alunos da Escola Padre Antônio Vieira, de Anita Garibaldi, imagens e informações sobre os animais selvagens que vivem nas proximidades dos vinhedos. A atividade aconteceu no dia 13 de junho, no interior de Campo Belo do Sul, e foi organizada pelo enólogo Leonardo Ferrari, o prof. Gil Karlos Ferri, o engenheiro florestal Vilmar Picinatto Filho e o médico veterinário Max Farjallat Raffi.

cricii


O projeto está registrando e catalogando as espécies de animais que circulam pela propriedade, que fica em uma área de mais de 1.100 hectares. Os registros são feitos através de "armadilhas fotográficas", que são acionadas com o movimento dos animais.

 

criii987


A atividade voltada ao público escolar foi uma forma de celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no dia 5 de junho. Os estudantes da 6ª série participaram de uma palestra, na qual foram apresentadas as fotografias obtidas até o momento, e participaram de uma saída de campo, onde puderam passear pelo vinhedo e simular a instalação de uma câmera para registrar as espécies que vivem na região.

 

crio09


A partir das fotos já registradas, foi possível perceber que os animais convivem harmoniosamente com a plantação de uvas viníferas.

 

Gil Karlos Ferri

 
Publicado por Cris Menegon Qua, 31 de Maio de 2017 07:05

O Coordenador da Fatma na Região da Amures, Glaucio Capelari, participou da reunião da diretoria da ACIL, realizada no último dia 29 de maio. Na ocasião, ele apresentou números da Entidade e contou que em breve entrará em vigor uma nova forma de licenciamento ambiental que vai agilizar a parte burocrática do processo.

 

Com sede na capital, a Fatma emitiu em 2016, no estado de Santa Catarina, 12.150 licenças ambientais. Dentre as atividades de destaque estão a suinocultura que ano passado recebeu 4139 licenças; a indústria, 999; os serviços de infraestrutura, 557 e para energia elétrica e eólica: 74.

 

O total de ações desenvolvidas na fiscalização em 2016 somam 6.121 e os setores fiscalizados incluem supressão de vegetação; sistema de coleta e tratamento de esgoto; agrotóxicos; coleta e transporte de efluentes sanitários; resíduos sólidos urbanos e mineração.

 

Capelari explicou que, hoje, Santa Catarina conta com 10 unidades de conservação, sendo quatro abertas à visitação pública. As mesmas receberam no ano passado 90 mil visitantes e tiveram um investimento de 2.139.800 de reais.

 

Na região da Amures (18 municípios), as principais atividades desenvolvidas são: indústria da madeira, supressão de vegetação; queima controlada de campo nativo; loteamentos; postos de combustíveis; revitalização de rodovias; mineração e fiscalização.

 

Ele contou, ainda, que para este ano vai entrar em vigor uma nova forma de licenciamento. Pela internet, a pessoa entra no sistema, faz o cadastro e se auto licencia, posteriormente o fiscal passa no estabelecimento ou propriedade para avalizar.

 

Sobre a liberação de cascalheiras, o coordenador explicou que o órgão que determina é o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), a pessoa precisa pegar autorização de pesquisa no DPNM e com esta licença ir até a Fatma. Sobre os poços artesianos, ele informou que a Fatma não tem mais participação na liberação dos mesmos, o que vinha sendo feito até 2013.


Referente à municipalização, que passa ao município determinadas responsabilidade sobre a gestão ambiental local, Capelari foi categórico: "A municipalização já demorou para acontecer em Lages. O Estado está com mais de 50 municípios com gestão própria", disse ele.

 
Publicado por Cris Menegon Sex, 26 de Maio de 2017 10:26

A Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente já protocolou junto ao Ministério Público projeto de arborização urbana, o qual prevê o recebimento de mudas de árvores nativas advindas de medidas compensatórias que recaem sobre aqueles que degradam o meio ambiente. Medidas estas envolvendo tanto o Ministério Público como a Fundação do Meio Ambiente (Fatma) e a Defesa Civil.

 

Cerca de 400 mudas de ipê, aroeira salsa, araçá, dentre outras espécies nativas, já estão plantadas às margens de ruas, avenidas, praças e logradouros públicos, mas a meta é alcançar o plantio de 20 mil mudas em quatro anos. "O projeto visa transformar Lages numa das cidades mais arborizadas e floridas de Santa Catarina. A população com certeza vai perceber essa mudança", fala o secretário de Serviços Públicos e Meio, Euclides Mecabô (Tchá-Tchá).

 

 

No Horto das Flores, no bairro da Várzea, técnicos do Meio Ambiente cultivam mudas de araucária. Estas mudas serão plantadas em locais apropriados como o Parque Ecológico, em compensação às árvores adultas que necessariamente têm de ser suprimidas. Geralmente são árvores que apresentam perigo de queda, em locais públicos, ou com o crescimento ou desenvolvimento comprometido.

 
Publicado por Cris Menegon Qui, 18 de Maio de 2017 08:48

Somente nos primeiros quatro meses de 2017 mais de 120 lixeiras públicas foram alvo de vandalismo. A maioria delas, lixeiras de plástico, azuis, com o logotipo da Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, as quais são fixadas às margens de ruas, avenidas, em praças e logradouros públicos para depósito de pequenas embalagens de papel e garrafas pet.

 

"Todas elas já foram repostas, pois são materiais necessários para a manutenção da cidade limpa", garante o secretário municipal Euclides Mecabô (Tchá-Tchá). "Porém, diante deste vandalismo, cabe a nós conclamar a população para que preserve o patrimônio público", completa.

 

O secretário disse que o vandalismo acarreta em prejuízos ao município. Segundo ele, o dinheiro que é gasto para a reposição destas lixeiras poderia ser investido nos setores de saúde e educação, sem falar na série de transtornos gerados pelas depredações. Um deles é a perda de tempo, pois, sem lixeira os garis têm de trabalhar dobrado.


Atualizado em Qui, 18 de Maio de 2017 08:50
 
Publicado por Cris Menegon Qua, 17 de Maio de 2017 08:19

Estabelecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas, desde 1972, o Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado todo dia 5 de junho de cada ano. A criação desta data teve como objetivo principal a conscientização da população mundial sobre os temas ambientais, principalmente aqueles que dizem respeito à preservação. Em Lages, as programações alusivas se estenderão por todo o mês de junho, instituindo no município o Mês do Meio Ambiente.

 

Promovido pela prefeitura, através da Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente, com o apoio de várias instituições, a programação está recheada de atividades para atender a todos os públicos: crianças, técnicos, acadêmicos, professores e a comunidade em geral.

 

O tema desse ano é "Mata Atlântica: conhecer para conservar". O Mês do Meio Ambiente terá seu início no Dia Nacional da Mata Atlântica, celebrado em 27 de maio. Para comemorar esta data, está programada uma Pedalada Ecológica para os ciclistas amantes da natureza.

 

Durante o evento, haverá sorteio de brindes e bicicleta e as inscrições serão feitas na hora. O percurso será da praça Joca Neves com destino ao Parque Natural Municipal, localizado no bairro São Paulo

 

Além da pedalada, o cronograma segue com temas relevantes à preservação do meio ambiente. Para os técnicos, professores e população em geral, terá uma oficina sobre os frutos da Mata Atlântica. O evento será realizado no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), no dia 24 de junho. Os participantes contarão com certificação, além da palestra sobre a Mata Atlântica.

 

Haverá ainda palestra sobre as Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) em Santa Catarina, que se trata de uma categoria de Unidade de Conservação particular criada em área privada, por ato voluntário do proprietário, em caráter perpétuo, instituída pelo poder público. A palestra será no dia 29 de junho, na Câmara de Vereadores, também com certificação.

 

Uma novidade esse ano é que todos os Centros de Educação Infantil Municipais (CEIMs) receberão um espetáculo de teatro com o grupo Circula-Dô. E também, além do público da cidade, a localidade de Macacos, no interior do município, receberá uma palestra sobre o pinhão.

 
Publicado por Cris Menegon Seg, 15 de Maio de 2017 10:13

A cidade de São Joaquim em Santa Catarina registrou geada na gélida manhã desta segunda-feira (15) com temperaturas abaixo de zero graus centígrados.

 

De acordo com o Climaterra a menor temperatura foi registrada no Vale do Pericó com -0,4°C que proporcionou uma bela paisagens de finos cristais de gelo sobre os campos, pomares e lavouras.

Fonte: São Joaquim OnLine

 

gelo22

 


Atualizado em Seg, 15 de Maio de 2017 10:19
 
Início
Anterior
1
Página 1 de 68

Vídeo em Destaque

Programa Papo De Mulher: Escolha das Soberanas da Festa do Pinhão 2017
Publicidade

 

 

 favcset66666

  

 

camara2015ok

 

 

 

 

anucio1

TELALAGES

caes1

papo mulher