Parque Jonas Ramos tem reprodução de peixes devido ao ambiente propício

0
146

Análises químicas da água do lago do tanque, no Parque Jonas Ramos, localizado no centro de Lages, apontam para a regularidade, tanto no que se refere à produção de plâncton (fito e zoo), alimentos naturais, quanto a transparência por imersão (entre 20 e 25cm).

Transparência da água

“A transparência da água, analisada através do “disco de Secchi”, apresentou larga margem de até 50% para menos, ou seja, de apenas 10cm de imersão. Desta forma não há comprometimento no processo de liberação de oxigênio livre nas moléculas de água, o que não afeta a sobrevivência dos peixes que habitam o tanque”, explica o médico veterinário Nelson Bereta. Especialista em piscicultura, Bereta é diretor de Pesca e Aquicultura, da Secretaria Municipal da Agricultura e Pesca, da prefeitura de Lages.

Segundo Bereta, a aglomeração dos peixes, junto à ilha do tanque, a qual ocorre no período de outubro a fevereiro, ocorre pelo processo natural de reprodução. “Nesta semi-ilha há vegetação e ali se dá a deposição dos ovos fecundados, para aderência aos filamentos vegetais, isso dependendo da temperatura do ambiente e da água”, conclui Bereta.

Compartilhar a matéria
TORTEN
BM3
facvest top
PREFEITURA TOPO 05-06

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here