Indicação geográfica do mel do melato

0
39

Desde março deste ano, os apicultores, técnicos da Epagri e consultores do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC) vêm discutindo questões relacionadas à produção do mel de melato e ao uso do selo de identificação geográfica. Nesta quarta (28), o grupo se reuniu mais uma vez para tratar de dados relacionados à produção e definição da abrangência territorial em Santa Catarina. O encontro ocorreu na Universidade do Planalto Catarinense, com a participação de produtores de todo o estado.

A Epagri apresentou um diagnóstico e cadastramento de produtores. Já o Ciram mostrou uma prévia da delimitação da área de produção com variáveis de análise para validação dos produtores. Com essas informações, os técnicos vão a campo para certificação e definição, de fato, desses limites.

Produto único no mundo

A concentração de apicultores no Sul do país está em Santa Catarina e em alguns municípios do Paraná e Rio Grande do Sul.  O presidente da Federação das Associações de Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina, Ênio Cesconetto, diz que ainda não é possível dizer quantos desses produtores extraem o mel de melato. Ele acredita que muitos ainda desconheçam a tecnologia de manejo de coleta do produto.

 Esse levantamento feito pela Epagri vai ajudar a identificar a produção.

Texto: Catarinas

Compartilhar a matéria
TORTEN
BM3
facvest top
PREFEITURA TOPO 05-06

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here