Projeto Lixo Orgânico Zero volta às escolas

0
113

O Projeto Lixo Orgânico Zero, conhecido Estado afora como Método Lages de Compostagem, retornará a funcionar nas escolas da rede municipal, neste ano de 2019, com auxílio de 25 bolsistas do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), que disponibilizam seu tempo a ajudar a comunidade escolar na manutenção da Mini Compostagem Ecológica e demais ramificações do Projeto.

A equipe apresentou sua proposta para 2019 na reunião de diretores da Secretaria Municipal da Educação na manhã desta quinta-feira (14 de fevereiro), na presença do secretário de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Euclides Mecabô (Tchá Tchá), vestido com a camiseta do Projeto, e disse acreditar no impacto que esta mobilização pode gerar.

Método Lages de Compostagem

 No Método Lages de Compostagem que será aderido nas escolas, os resíduos orgânicos são depositados diretamente sob o solo e cobertos com material orgânico de difícil decomposição (serragem, cinzas de queima de biomassa, podas trituradas de árvores, etc.). Desta forma, os resíduos orgânicos não ficam aparentes e não geram mau cheiro. Após 40 dias estará pronta para o cultivo de plantas. A Secretaria do Meio Ambiente irá auxiliar as unidades escolares com a disponibilização do material orgânico de difícil decomposição, conforme a solicitação da equipe gestora.

Compartilhar a matéria
TORTEN
facvest top
PREFEITURA TOPO 05-06

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here