Procon de Lages aplicou multas que chegaram no valor em torno de R$ 700 mil em menos de 3 anos

0
217

De janeiro de 2017 a junho de 2019 o Procon aplicou multas que chegaram a um valor em torno de R$ 700 mil, contra estabelecimentos que não respeitaram direitos de consumidores. Neste período de atuação foram feitos 23 mil atendimentos (média de 766 por mês), sendo que cerca de 50% da quantidade total de reclamações se referem a produtos com defeitos, adquiridos em compras no comércio em geral, seguido de serviços de telefonia (28% dos casos) e do atendimento prestado por instituições financeiras (20%).

O coordenador executivo do Procon, advogado Júlio Borba, disse que 90% dos casos reclamados são, geralmente, resolvidos através de um simples telefonema, ou seja, as reclamações são prontamente atendidas e o diretos dos consumidores restabelecidos.

No último dia 25 de outubro, por exemplo, o Procon manteve audiências de conciliação (ajustamento de conduta) envolvendo quatro estabelecimentos comerciais, sendo dois postos de gasolina, um supermercado e um hotel. Nesses casos as infrações eram de venda de cigarro fora da tabela, quantidade de combustível vendido não compatível com o registrado na bomba, demora na entrega de nota fiscal, preço cobrado no caixa diferente do anunciado na gôndola de supermercado.

Compartilhar a matéria
TOPO PREFEITURA LOGO
facvest top
PREFEITURA TOPO 05-06

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here