Audiência tenta barrar extinção da Delegacia da Receita Federal de Lages

0
371

O chefe de gabinete do Secretário Especial da Receita Federal Antônio Márcio de Oliveira recebeu em audiência no início da tarde desta quinta-feira (05) em Brasília, a deputada federal Carmen Zanotto e o secretário executivo da Amures Walter Manfroi. Na pauta a proposta de extinção da Delegacia da Receita Federal de Lages e a transferência dos serviços para Joaçaba.

A audiência foi motivada pela publicação do decreto 10.186, em 20 de dezembro do ano passado que tratava da reestruturação das Delegacia da Receita Federal em Santa Catarina. São cinco unidades: Blumenau, Florianópolis, Joinville, Lages e Joaçaba.

No início do ano a deputada conversou com o Delegado da Receita Federal em Lages, Carlos Alberto Padlipskas e se inteirou do assunto, pois a única informação que havia foi de uma reportagem de média impressa. “Nosso empenho é pela permanência da Delegacia. A estrutura presta o atendimento para os 22 municípios da região serrana. É importante que tenhamos a manutenção e a prestação desses serviços para a nossa população”, afirma Carmen Zanotto.

De acordo com o chefe de gabinete do Secretário Especial da Receita Federal, neste momento o foco é o restabelecimento das 10 regiões fiscais do país por meio de um decreto que será editado em abril. “Por enquanto, qualquer alteração na recomposição das delegacias ainda está em fase de estudo, informou Antônio Márcio de Oliveira.

Walter Manfroi representou os prefeitos da Serra Catarinense na audiência e disse que a preocupação vai além da região da Amures. “Existem outros municípios além da nossa região que estão na jurisdição dessa Delegacia da Receita e dependem desses serviços”, defendeu Walter Manfroi.

Compartilhar a matéria
TOPO PREFEITURA LOGO
facvest top

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here