Lages instalará Gabinete Emergencial de Prevenção e Acompanhamento ao coronavírus

0
428

Ainda não saiu o resultado, confirmando ou não, o primeiro caso de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus em Lages. Mas se antecipando com procedimentos essenciais para a prevenção e na tentativa de amenizar os impactos da circulação do vírus na cidade, o prefeito Antonio Ceron decidiu criar o Gabinete Emergencial de Prevenção e Acompanhamento do Covid-19 (coronavírus), que será instalado através de Decreto. Na manhã desta sexta-feira (13 de março) será realizada a primeira reunião com todos os membros convidados, quando será assinado o decreto.

Deverão integrar o Gabinete, representantes de órgãos públicos e entidades ligadas à saúde, como da Secretaria Municipal da Saúde, Regional de Saúde, Corpo de Bombeiros, 1° Batalhão Ferroviário, 2ª Região de Polícia Militar, Samu, Defesa Civil, os hospitais Tereza Ramos, Nossa Senhora dos Prazeres e Seara do Bem, Conselho Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Educação, Gerência Regional de Educação (Gered), Conselho Municipal de Educação, Diocese de Lages e Conselho dos Pastores Evangélicos.

O objetivo do Gabinete especial é concentrar informações e demandas, tomar decisões e orientar a população sobre os procedimentos que deverão ser adotados em casos suspeitos e confirmados da doença em Lages, atuando também na prevenção. “Durante a greve dos caminhoneiros, em junho de 2018, montamos um comitê semelhante para decidirmos as ações, que foi um sucesso, sendo pioneiro e referência no Estado. Acredito que aqui temos profissionais preparados para atender às demandas que estão por vir e orientar à população”, analisa o prefeito Antonio Ceron.

A secretária da Saúde, Odila Waldrich, porta voz do Gabinete, está otimista com relação às estratégias que serão adotadas para conter o vírus no município. “Durante o surto da gripe H1N1, por coincidência, eu estava à frente dos trabalhos na Secretaria e montamos um cronograma de ações com profissionalismo, bom senso, maturidade e tranquilidade e tivemos êxito na tentativa de barrar a disseminação do vírus. Mas para isso precisamos ter equilíbrio e estar organizados”, lembra.

Protocolo de prevenção será decidido

Algumas medidas que serão adotadas após a confirmação de casos de Covid-19 na cidade deverão seguir o protocolo internacional da Organização Mundial da Saúde (OMS). Outras deverão passar pela análise técnica do Gabinete Emergencial de Prevenção e Acompanhamento do Covid-19 (coronavírus) instalado no Município.

Um exemplo é quanto ao isolamento ou não de pessoas que voltaram de viagem de locais onde há grande número de casos confirmados. “Temos quatro pessoas que voltaram da Europa e orientamos para que elas fiquem em casa e não exponham outras pessoas ao vírus, mas ainda vamos decidir se o isolamento forçado dessas pessoas será uma medida necessária, considerando que elas não apresentam sintomas”, argumenta a secretária Odila.

Jovem suspeita mantém quadro clínico estável

Por enquanto Lages tem apenas um caso suspeito da doença. A jovem de 28 anos permanece em isolamento domiciliar e está clinicamente estável, sem febre e com a mesma leve dificuldade respiratória que apresentou no início. “Ela foi muito responsável, respeitando o isolamento e não colocando outras pessoas em risco. Gostaríamos que os próximos casos agissem da mesma forma, facilitando o trabalho de contenção do vírus”, salienta Odila.

O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/SC), localizado em Florianópolis, ainda não concluiu os testes de confirmação da doença na amostra coletada em Lages. Não tem um prazo definido para o resultado.

Compartilhar a matéria
TOPO PREFEITURA LOGO
facvest top
PREFEITURA TOPO 05-06

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here