ACIL e CDL constatam em pesquisa que houve poucas demissões no período de quarentena em Lages, até agora

0
370

A Associação Empresarial de Lages realizou em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Lages, uma pesquisa junto a seus associados para entender quais são as angústias dos empresários que se viram obrigados a fechar as portas para conter a pandemia e, por outro lado, tiveram a saúde financeira de suas empresas comprometidas. O levantamento foi realizado entre os dias 31 de março e 12 de abril. Foram obtidas 208 respostas, o que equivale a 10% dos associados da ACIL e CDL.

Os resultados demonstram que apesar de 42,8% das empresas não terem nenhum faturamento desde o dia 18 de março, quando teve início o isolamento, houve poucas demissões no período. A grande maioria das empresas manteve o número de funcionários, poucas deram férias ou reduziram a jornada de trabalho.

De acordo com as respostas recebidas, as maiores dificuldades enfrentadas pelas empresas são com relação a queda nas vendas, a falta de capital de giro, transporte dos colaboradores, pagamento de impostos e relações trabalhistas.

Nesse momento de crise, algumas empresas estão se reinventando, investindo no e-commerce, utilizando as redes sociais para manter contato com seus clientes e fortalecer a marca, estão negociando com fornecedores e clientes para se reorganizar.

Os resultados da pesquisa servirão para que a ACIL e CDL possam continuar a planejar ações e buscar soluções para que as empresas passem por essa crise com o menor dano possível.

Compartilhar a matéria
TOPO PREFEITURA LOGO
facvest top

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here