Turismo Regional, criatividade e segurança na saúde para sair da crise

0
647

O turismo é um dos setores que mais está sentindo os efeitos do COVID-19, e será um dos últimos a se restabelecer.  As operadoras de turismo brasileiras já somam R$ 3,9 bilhões em adiamentos e cancelamentos de viagens, que já passam de 90% até maio.  Os dados foram divulgados no último dia 14 de abril pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa).

Na segunda quinzena de março, o setor perdeu R$ 11,96 bilhões em volume de receitas, o que representa uma queda de 84% no faturamento em relação ao mesmo período de 2019, de acordo com dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Empregos

A pesquisa da Braztoa ainda aponta que 10% dos trabalhadores das operadoras de turismo foram demitidos entre 29 de fevereiro e 31 de março. O percentual de demissões previstas para este mês pode chegar a 75% do total de funcionários.

Criatividade e Saúde

Segundo a Assessora de Turismo do Sistema Amures e Conselheira de Turismo do Estado de SC, Ana Vieira, o setor tem muitos desafios pela frente. “O Turismo enfrenta vários desafios, como a baixa demanda, mas sem dúvida uma das saídas para a crise no setor de turismo será a criatividade, promoções e o turismo local, precisamos incentivar as pessoas a conhecerem o turismo regional, e a cima de tudo os hotéis, pousadas, restaurantes e afins, precisam dar segurança para seus clientes, em todos os sentidos inclusive na saúde”.

Na Serra Catarinense, já temos a criatividade, a Pousada Trinca Ferro em Urubici/SC, já está servindo o Café da Manhã nos quartos.

Boas ideias

Alguns países também estão usando a criatividade, como em Madri na Espanha, que está elaborando um protocolo para conceder um certificado de “Hotéis Livres da Covid”, já o bufê de café da manhã está sendo substituído por uma cesta de piquenique cheia de delícias e tudo higienizado e muito bem preparado.

Tanto em Madri como em Londres, os restaurantes, bares e afins, estão usando uma espécie de Biombo para separar as mesas e outros um Iglu, que não deixam de ter seu charme.

Recursos do Governo Federal

O Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, anunciou ontem (22) no Palácio do Planalto o valor de até R$ 5 bilhões de reais de crédito do governo federal para o setor. O recurso, que já foi solicitado ao Ministério da Economia, por meio de medida provisória, irá auxiliar o capital de giro das micros, pequenas, médias e grandes empresas, além de resguardar milhões de empregos no país.

Ana Vieira ainda comenta que o dinheiro que chega até os empresários não ameniza. “Os créditos disponibilizados pelo governo até agora foram insuficientes, os valores não chegam nem perto de amenizar a questão das empresas. Só vamos vencer no turismo se vencermos na saúde, temos que controlar a pandemia ou o Brasil ficará em descredito” finaliza.

Compartilhar a matéria
TOPO PREFEITURA LOGO
facvest top

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here