Lages pode virar a Capital Brasileira do Lúpulo, ingrediente importante da cerveja

1
462

Na última semana este em Lages, Richard Lohn, fundador da cervejaria LohnBeer. Sua visita na cidade foi para compartilhar sua experiência na cultura e turismo cervejeiro e quer com muita ousadia transformar Lages na Capital Brasileira do Lúpulo e Lages tem grande potencialização para isso, pois já cultiva essa planta que é o ingrediente importante para produção da cerveja e as plantações são lindíssimas, deixando outra alternativa para o turista visitar na região.

Felipe Sommer, da Ambev, apresentou o projeto da empresa que visa o fomento da cultura do Lúpulo na região Serrana, de Santa Catarina, através da agricultura familiar. “A implementação da nossa lavoura experimental, a construção do viveiro para fornecimento gratuito de mudas e a construção da Planta de Beneficiamento eliminam as principais barreiras para que a cultura do lúpulo decole na região. Isso tudo, aliado à sua privilegiada condição agrícola, geográfica e turística tem potencial para transformar Lages na capital brasileira do Lúpulo”, disse.

Lúpulo de SC

No final, foi apresentado aos participantes o mais recente produto da Lohn, a cerveja Green Belly, a primeira cerveja produzida em escala industrial com o lúpulo de Santa Catarina.O nome da cerveja é uma homenagem carinhosa à expressão “barriga verde”.

Lúpulo em Lages

O executivo de Turismo, da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Luís Carlos Pinheiro Filho, lembra que o cultivo do lúpulo e o trabalho de alguns produtores já existe em Lages há alguns anos e justificou que “neste processo e nesta cadeia, pode-se criar inúmeros produtos baseados em cerveja,  complementando  tudo o que está acontecendo no setor cervejeiro da Serra de Santa Catarina, desde o aumento substancial da produção de lúpulo, colocando Lages como um dos melhores lugares para o cultivo deste insumo fundamental na fabricação de cerveja, até as cervejas artesanais, os oito empreendimentos, vários já com suas instalações produtoras montadas e espaços que podem agregar na vida cotidiana das pessoas e também nas rotas turísticas cervejeiras”. Pinheiro ainda completou: “Portanto, demonstra-se todo o esforço no sentido de transformar Lages em um polo cervejeiro no Sul do Brasil, e as conexões desta cadeia, promovem a cidade. Consequentemente, para o turismo, essencial, pois a cerveja é um grande atrativo”.

Cenário Nacional Cervejeiro

O setor que vem crescendo no Brasil e é o terceiro maior do mundo. O colegiado da Câmara da Cerveja tem debatido medidas para atender as demandas do setor e fomentar a produção nacional.

O número de empreendimentos cervejeiros registrou crescimento superior a 30% nos últimos dois anos no Brasil, tendo os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Santa Catarina como destaques nacionais no segmento.

Em 2020, até a primeira quinzena de fevereiro, o país mantinha 1.171 cervejarias em atividade cadastradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), acima dos 889 estabelecimentos registrados em 2018.

Compartilhar a matéria
TOPO PREFEITURA LOGO
BM3
facvest top
PREFEITURA TOPO 05-06

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here