PARABÉNS: Prefeitos da Amures votam a favor do tratamento precoce do COVID-19

0
3089

Depois de muita luta da imprensa, de alguns médicos e do povo, os prefeitos em conferência na sexta-feira (31), votaram pelo tratamento precoce, não sei se houve unanimidade, mas tenho certeza que houve bom senso.

Lembrando que o tratamento precoce é com prescrição médica, mas é direito do paciente com sintomas iniciais começar seu tratado precocemente da doença do COVID-19.

“Alguns” médicos da região já estão prescrevendo medicações como Invermectina e hidroxicloroquina, com segurança, mas lembrando que o isolamento social e os protocolos são necessários.

Precisamos de rapidez

Com o encaminhamento dos prefeitos para tratar de forma precoce a Covid-19, alguns prefeitos sinalizaram pela compra conjunta de medicamento através do CIS-Amures. Outros ainda serão consultados se optarão pela compra isolada ou conjunta.

O que não pode é ficar deixando para amanhã, precisamos já. Cada dia que esperamos são vidas que estão em perigo, por tanto, cabe a cada prefeito a dose de bom senso, rapidez e acima de tudo coragem para conduzir com rapidez suas escolhas.

Grupo de Estudo

Desde início da semana passada, estão sendo mobilizados profissionais de saúde de todos os municípios para compor um Grupo de Estudos. A diretora executiva do CIS-Amures, Beatriz Montemezzo, explicou que a intenção não é interferir na conduta médica, mas dispor de medicamentos caso o profissional opte pelo tratamento precoce.

Para o presidente da Amures, prefeito de Correia Pinto Celso Rogério Alves Ribeiro, não há contrariedade legal no tratamento precoce da Covid-19. Ele defende que o Grupo de Estudo é importante, mas há urgência e a única arma disponível nesse momento é o tratamento precoce. “Não estamos contrariando nenhuma instituição de saúde. Minha obrigação como gestor é dispor do medicamento e caberá ou não ao médico prescrever”, frisou Celso Rogério.

 Compra dos medicamentos

A partir da deliberação dos prefeitos, foi solicitado aos gestores municipais de saúde, a lista e a quantidade de medicamentos para proceder a compra conjunta.

Dentre os medicamentos constam: Vitamina C 500mg, Vitamina D 7000ui, Azitromicina 500mg, Hidroxicloroquina 400mg, Ivermectina 6mg, Dipirona 500mg e Zinco 20mg. O que deixou claro Beatriz Montemezzo é que esses medicamentos são para compor os medicamentos já existentes das farmácias dos municípios e a sua prescrição é única e exclusiva de conduta de médica.

Compartilhar a matéria
TOPO PREFEITURA LOGO
facvest top

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here