COVID-19: Santa Catarina está no vermelho

0
359

O Governo de Santa Catarina e a Secretaria de Estado da Saúde divulgaram nesta quarta-feira, 25 de novembro, os dados da Matriz de Risco Potencial. Das 16 regiões de saúde avaliadas, apenas três delas, Extremo-Oeste, Alto Uruguai Catarinense e Foz do Rio Itajaí, não ficaram no Risco Gravíssimo – todas as outras 13 foram classificadas na cor vermelha, que é o mais alto nível de Risco, enquanto as três regiões ficaram na cor laranja, que é o risco grave.

A região do Alto Uruguai Catarinense foi a única, em comparativo com a semana passada, que desceu um nível na Avaliação, do Gravíssimo para o Grave. A região de Xanxerê continua na terceira semana no nível mais preocupante de proliferação do vírus, enquanto Laguna está na segunda semana. O Extremo-Oeste e a Foz do Rio Itajaí, por sua vez, foram reclassificadas do nível gravíssimo para o grave. No caso do Alto Uruguai, embora o Evento Sentinela esteja alto, a capacidade de atenção ainda está no nível amarelo, o que lhe coloca num estado de alerta, mas não perigoso. Seu índice de transmissibilidade, idem, é o menos nocivo comparado às outras regiões.

Compartilhar a matéria
TOPO PREFEITURA LOGO
facvest top

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here