Taxação Solar: Acredite querem cobrar a energia do sol

0
441

Como se fossem donos da estrela maior (SOL) a Aneel quer cobrar pela energia solar, a tal “Taxação Solar”. Não, não é piada, é a mais pura verdade. Existe um olho gordo da Annel e de outros investidores do setor, pois a geração distribuída de energia solar fotovoltaica já gera Bilhões e a tendência é aumentar.

Para se ter uma ideia o levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), o Brasil acaba de ultrapassar a marca de 5 gigawatts (GW) de potência operacional da fonte solar fotovoltaica em usinas de grande porte e pequenos e médios sistemas instalados em telhados, fachadas e terrenos. No total, a fonte já trouxe mais de R$ 26,8 bilhões em novos investimentos privados no País, tendo gerado cerca de 130 mil empregos acumulados, com aproximadamente 15 mil empresas atuando no mercado.

Sul

O Sul do Brasil está na mira, pois a média do consumo das residências brasileiras é de 152,2 kWh/mês, já o sul do país fica com a maior média, 267,2 kWh/mês, bem distante da média nacional.

Ao invés de ter mais incentivos, os “Tio Patinhas” querem é lucrar, sem pensar que irão desestimular o uso de fontes de energias renováveis e sustentáveis, uma vez que medidas como a “taxação do sol” irá desestimular os investimentos em energias renováveis nas propriedades rurais em todo o país.

Um retrocesso sem cabimento, mas existem uma ala de deputados que defendem a NÃO TAXAÇÃO SOLAR, como o Deputado Federal Celso Maldaner “A verdade é que com um mundo cada vez mais preocupado com o meio ambiente, a criação de alternativas para evitar o desperdício, a poluição e outros recursos essenciais para a vida, são atitudes importantes para o futuro das próximas gerações que irão viver no planeta Terra e qualquer atitude para preservar e gerar energia renovável não pode ser podada”. #TaxarOSolNão  #EnergiaASolarParaTodos #FonteDeEnergia #SemCabimento

Compartilhar a matéria
TOPO PREFEITURA LOGO
facvest top

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here