Demanda por gasolina e etanol despenca no Brasil enquanto a procura por diesel dispara

0
324

A demanda por gasolina e etanol no Brasil despencou durante o mês de março, impactada principalmente pelas restrições de mobilidade por todo o país, em especial no estado de São Paulo, devido à pandemia de COVID-19. É o que aponta o Relatório de Petróleo da América Latina da S&P Global Platts Analytics, que mostra ainda que o diesel teve um cenário completamente oposto, com a demanda sustentada por setores como a agricultura e o transporte.

O Levantamento

De acordo com o levantamento, em março, o consumo médio de etanol hidratado foi de 325 mil barris por dia, queda de 55 mil barris em relação a fevereiro. As vendas de gasolina C, que utiliza 27% de etanol em sua composição, caíram de 620 mil barris por dia em fevereiro para 570 mil barris por dia em março.

Diesel – Em contraste com a gasolina e o etanol, a demanda por diesel no Brasil, durante o mês de março, chegou a 1,13 milhão de barris por dia, de acordo com estimativas da Platts Analytics. O número representa aumento robusto de 125 mil barris por dia em relação a fevereiro.

O relatório da S&P Global Platts Analytics aponta que a alta procura pelo diesel foi sustentada por setores como a agropecuária, com a colheita da cana-de-açúcar bem encaminhada, além do transporte, com a distribuição de alimentos, bens de consumo e medicamentos, que são feitos principalmente por caminhões.

Informações: Edelman Brasil

Compartilhar a matéria
FACVEST
MOMENTO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here