COVID: Advogado morre por trombose e família suspeita de reação da vacina em SC

0
186

Lendo algumas matérias em alguns portais me deparei com essa notícia no portal “ND Mais Notícias” onde o advogado blumenauense Bruno Oscar Graf (28 anos) morreu na última quinta-feira (26) em Blumenau.

A família suspeita que o jovem morreu por complicações que poderiam ter sido geradas por conta da vacina contra a Covid-19, que ele tomou 12 dias antes da morte.

O blumenauense foi vacinado com o imunizante Astrazeneca. Ele foi internado na última segunda-feira (23) no Hospital Santa Catarina, com febre e fortes dores de cabeça.

Na certidão de óbito consta que o jovem sofreu uma Trombocitopenia Trombótica Imune e um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Enquanto esteve internado, Bruno passou por exames para verificar o motivo das dores na cabeça e febre. Segundo o prontuário médico divulgado pela família, havia suspeita de que o advogado pudesse estar com Covid-19 e também com Dengue.

Arlene Ferrari, mãe de Bruno, alega imprudência e negligência da equipe médica do hospital. Segundo ela, os médicos demoraram para realizar uma tomografia.

Em conversa com a reportagem, a mulher afirmou que questionou um dos médicos sobre a situação do filho, e foi informada da causa da morte. “Meu marido perguntou para um deles ‘qual foi a causa?’ e nos responderam ‘Nós já falamos com vocês’. Então perguntamos ‘Foi a vacina?’ aí ele fez que sim com a cabeça. Cada médico dizia não querendo dizer (que a causa foi a vacina)”, contou.

Arlene explica que a família aguarda o resultado de um exame que pode comprovar que a morte do filho foi por complicações da vacina.

AstraZeneca

Agências europeias estão reticentes com a vacina da AstraZeneca. Ela chegou a ser desaconselhada a pessoas com idade inferior a 60 anos, e um alto funcionário da Agência Europeia de Medicamentos declarou que era melhor deixar de administrar a vacina

Por outro lado, a declaração de 16 de abril de 2021 do Comité Consultivo Mundial da OMS para a Segurança das Vacinas sobre a vacina da AstraZeneca contra a COVID-19 refere relatos de efeitos secundários muito raros.

Compartilhar a matéria
TOPO PREFEITURA LOGO
facvest top

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here