Lages mobiliza setores em busca de investimentos para rodovias federais

0
91

Em evento híbrido, a noite desta segunda-feira (13) reuniu empresários, líderes políticos e representantes de entidades na Associação Comercial e Industrial de Lages – ACIL, para discutir investimentos e analisar as condições encontradas nas principais rodovias que cortam a Serra Catarinense, 282 e 116. A ação é uma parceria da FIESC com o Grupo ND.

No levantamento da FIESC, em uma década, foi gerado um custo social de cerca de R$ 1,8 bilhão utilizado em acidentes. Um recurso que está justificando a cobrança por investimentos que garantam eficiência e segurança nas rodovias. Dentre os principais pedidos está a criação de terceiras faixas.

O vice-presidente da FIESC na Serra Catarinense, Israel Marcon, destaca a iniciativa do evento que marca esses pontos para a sociedade e pede que os catarinenses ajudem a cumprir a meta de duas milhões de assinaturas no abaixo-assinado digital que reivindica maiores e melhores aplicações de recursos no estado. “Essa é uma oportunidade ímpar para entender as nossas necessidades e como podemos trabalhar essas questões. Somos um dos estados que mais arrecada e que menos recebe investimentos”. Israel destaca que a região da Serra Catarinense, por exemplo, possui um fluxo intenso de cargas pesadas e são muitos os perigos encontrados nas rodovias que causam acidentes fatais.

Compartilhar a matéria
TOPO PREFEITURA LOGO
facvest top

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here