Crônica: Deixe ir

0
2386

Você precisa se amar mais do que a qualquer outra pessoa. Não, isso não é egoísmo isso é preservar sua sanidade.

As vezes precisamos deixar ir quem mais amamos, não porque deixamos de amar, mas sim porque cada ser vivo tem suas prioridades, e quando sentir que você não é a prioridade de alguém, saia, apague a luz e feche a porta.

Isso serve não só para quem você escolheu para ser seu companheiro (a), mas para filhos, amigos e parentes. Nunca insista para permanecer na vida de alguém, isso te fará mais mal do que bem.

A vida é uma caixinha de surpresas, e viver é uma das coisas mais fantásticas que existe e você tem esse poder, o poder de viver e de fazer escolhas e com toda escolha vem as consequências. A consequência de insistir em permanecer na vida de quem não te quer por perto é a maior falta de amor próprio, isso te mata aos poucos, mata sua alegria, sua esperança, mata seu sorriso e mata principalmente sua vontade de seguir em frente.

Nunca se culpe, entenda que ninguém tem uma vida perfeita, todos temos problemas a diferença está em como lidamos com esses problemas, não se culpe pela pessoa não valorizar seu amor, sua dedicação, afinal você amou incondicionalmente, quem está perdendo é ela.

Deixe ir, sem peso na consciência, sem remorso, você fez tudo o que podia ser feito.

Deixe ir, para que você possa se dedicar a quem realmente quer a sua companhia.

Deixe ir, para virar a página e escrever um novo capítulo na sua vida.

Deixe ir, você não está perdendo, apenas abrindo novos espaços.

Por: Cris Menegon

#BlogCrisMenegon #Crônicas #DeixeIr

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here