AMERICANOS ESTÃO EM LAGES PARA CONHECER A CULTURA E A TRADIÇÃO

0
145

Cinco estudantes da Universidade Brigham Young da cidade de Provo, estado de Utah nos Estados Unidos estão em Lages para fazer um intercâmbio cultural com o grupo de danças do CTG Barbicacho Colorado.

Eles chegaram na terça-feira (3) e são dançarinos de um grupo folclórico patrocinado pela Universidade , o “Internacional Folk Dance Ensemble”.

O grupo de dança folclórica internacional da BYU realiza apresentações em diversos estados americanos mostrando um pouco das danças folclóricas de vários países do mundo, além disso, eles participam de festivais em outros países onde representam danças da cultura americana. A diretora do grupo é uma professora Dinamarquesa mas ela não conseguiu vir ao Brasil para acompanhar os alunos.

Os dançarinos do CTG Barbicacho Colorado e do Grupo de Projeção Folclórica Barbicacho Dança Show são os anfitriões dessa visita e estão realizando oficinas para ensinar os estudantes americanos a dançar a Chula e outras danças do folclore gaúcho e sul americano.

No primeiro dia de aula eles aprenderam vários sapateios da dança da chula.
Os irmãos gêmeos Kye Davis e Rhen Davis são os responsáveis pela organização da viagem, Kye explica como está sendo a experiência de conhecer um pouco da cultura da serra catarinense. “É um sonho, estamos fazendo a pesquisa das danças do sul do Brasil para aprender e levar todo esse conhecimento para o nosso país.

ROTEIRO EM LAGES

Os estudantes e dançarinos americanos vão ficar em Lages até o fim da semana. Nesta quarta-feira eles vão visitar uma Fazenda de turismo da Coxilha Rica para conhecer mais da cultura local e vivenciar algumas atividades do campo.

Na quinta e sexta-feira vão continuar as atividades de aprendizado das danças tradicionais gaúchas e de projeção folclórica na sede do CTG Barbicacho Colorado.“Estamos tendo a oportunidade de conhecer um sapateado diferente do que praticamos e que não perde em nada em termos de coreografia e beleza, a chula é uma dança que deve ser conhecida no mundo todo. Também estamos ansiosos para aprender outras danças da tradição gaúcha, dos usos e costumes de Lages.” Comenta o dançarino americano Rhen Davis.

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here