Crônica: Não sei viver no meio termo

0
401

Fico aqui observando as conversas de pessoas que ainda tem medo de dizer o que pensam, ou não querem demostrar afeto por medo de serem cancelados ou perderem a postura de fortaleza.

Desde quanto ser você é perder a dignidade?

Perdem a chance de ser feliz, de sorrir, de ser admirada e principalmente de se encontrar dentro desta gaveta cheia de anotações, desejos e sonhos que é a nossa vida.

A ironia é você perder tempo por medo de sofrer. Sinto muito, mas eu não sei sentir pouco, não sei amar pouco, assim como não sei ser água morna, pois para mim não serve nem para fazer chá. Eu nunca soube amar pela metade e se não for para viver intensamente, sinto muito também, para mim não interessa.

Se viver é dar a cara tapa, eu pago o preço e redobro a aposta, pois jamais me escondi. Eu sou feita de emoções, choro, grito, amo e não sou o tipo que camufla o que sente para ser aceita, corro o risco de parecer exagerada eu sei, mas também não me importo e sabe porquê? Porque não quero ter desejos reprimidos por arrependimentos.

E sinceramente uma vida em cima do muro ou no meio termo, não me interessa, prefiro sofrer porque tentei, do que chorar por nunca ter tido coragem. Se você quiser viver, se joga, e acredite suas asas irão abrir.

Beijooo💋💋

Por CrisMenegon

 

#CrisMenegon # BlogCrisMenegon #Jornalista #Blogueira #Mulher #PapoDeMulher

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here