Gramado: Capital Nacional do Chocolate confirma participação no Connection Terroirs do Brasil

0
270

Gramado confirmou participação na 6ª edição do Connection Terroirs do Brasil. A Capital Nacional do Chocolate Artesanal será palco para discutir os produtos com Indicação Geográfica (IG) de 17 a 21 de maio. O município, em breve, será a primeira cidade com Indicação de Procedência (IP) de chocolate no Brasil. Atualmente, a Associação da Indústria e Comércio de Chocolates de Gramado  – Achoco, busca o registro junto ao INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial.

O presidente da Achoco e CEO no Chocolate Lugano, Augusto Schwingel Luz, será um dos palestrantes do Connection no painel “Quando o Produto se Torna o Destino”. A iguaria auxiliou na transformação da cidade quando a família Prawer decidiu produzir artesanalmente o doce, inspirado em uma viagem a Bariloche, na Argentina. Ao longo dos anos, o setor chocolateiro cresceu e foi ganhando destaque pelo processo dos insumos e a qualidade do trabalho desenvolvido artesanalmente.

Também participam do painel Deborah Villas-Bôas Dadalt, sócia-diretora do Spa do Vinho Hotel & Condomínio Vitivinícola e proprietária da Vinícola Ales Victoria, Julian Rodrigues, analista técnico do Sebrae/MG e Anísia Lima de Souza, artesã do Vale do Jequitinhonha. A mediadora do conteúdo será Amanda Paim, coordenadora Estadual de Turismo e Economia Criativa do Sebrae RS.

As palestras acontecem no Palácio dos Festivais, nos dias 18 e 19, no período da manhã, à tarde a programação se estende para a Rua Coberta na Alameda Terroirs do Brasil, com uma ampla área de exposição com produtos IG, além do espaço Origem Brasil com finalização de pratos gastronômicos. Na Sociedade Recreio Gramado acontecerá a Rodada de Negócios, promovida pelo Sebrae, inclusive, a primeira entre o trade turístico e regiões com indicação geográfica para proporcionar reuniões entre compradores, vendedores e novas parcerias comerciais.

Produção de chocolate para a Páscoa em Gramado

Das sete empresas fabricantes de chocolate associadas à Achoco, há uma previsão de produção e venda de 600 toneladas para o período da Páscoa. “Esta produção representa 30% da produção total do setor/ano, com a expectativa de um crescimento de 10% comparando com o ano passado”, destaca o diretor executivo da entidade, João Teixeira.

Segundo a Secretaria da Fazenda de Gramado, com base nos dados de 2021, há em torno de 28 fábricas de chocolate em Gramado. O setor emprega, em torno de, 3 mil pessoas de forma direta e indireta, entre fábricas, lojas e parques.

Mais informações no site: connectionexperience.com.br e nas redes sociais: @connection_experience.

Assessoria

Compartilhar a matéria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here