PREFEITURA TOPO 05-06
 
TORTEN
BM3
facvest top
Início Site

Acumulado de 33 milímetros de chuva provoca desabamento de casa

0

A Defesa Civil de Lages constatou a precipitação acumulada em 33 milímetros nas últimas 12 horas na noite de quinta para sexta (15).

A única ocorrência relacionada à chuva, atendida nesta sexta, foi o desabamento de uma residência na rua José Kuchnier, bairro Santa Catarina, logo nas primeiras horas do dia. A casa havia desmoronado parcialmente, sendo que a outra parte apresentava risco de queda em outra moradia.

O local foi isolado pela Defesa Civil e uma máquina terceirizada foi acionada para executar o serviço de demolição total do imóvel de 80 metros quadrados, eliminando o perigo de prejudicar a residência vizinha, após a vistoria periciada da Defesa. O Corpo de Bombeiros foi chamado. Não houve feridos. Fora isto, somente ocorrências de rotina.

Hoje e amanhã (16 e 17), a previsão meteorológica indica 90% de probabilidade de chuva. A Defesa Civil continua em alerta e plantão 24 horas através do telefone 98406-4037, e no final de semana permanece o monitoramento junto às informações da Epagri/Ciram, Defesa Civil do Estado e dos satélites.

Os números 199 e 3222-9661 estão disponíveis de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h

Compartilhar a matéria

Simproel empossou diretoria

0

A posse da diretoria que comandará o Sindicato Municipal dos Profissionais em Educação do Município de Lages, o Simproel, até o início de 2022, aconteceu na noite de sexta-feira (15), no auditório do CCJ da Uniplac, com a presença de associados e autoridades.

A presidente Elaine Moraes, e a vice Carmen Camargo, foram empossadas para o segundo mandato.

Breve Histórico

O Simproel foi fundado em 1997 para representar os profissionais da educação do município de Lages. Nessas duas décadas de existência, a instituição vem batalhando por valorização, reconhecimento e respeito à categoria, através de várias ações marcadas na história.

Compartilhar a matéria

Berneck discute tópicos referentes ao acesso de veículos à empresa na BR-116

0

Nesta quarta-feira (13 de fevereiro) estiveram reunidos, com parte do colegiado da prefeitura, os representantes da Berneck S.A., gerente de Projetos, Sílvio Novelli, e o gerente administrativo, João Junir Sena, em Lages, para receber informações sobre as mais recentes tratativas realizadas entre a Autopista Planalto Sul, concessionária da rodovia BR-116 e representantes da prefeitura, quanto ao andamento do processo que irá viabilizar o acesso a nova fábrica da Berneck, à margem da 116, próximo à ponte sobre o rio Caveiras.

O encontro com o prefeito Ceron e e secretários se justificou devido ao grande fluxo de caminhões que irão circular para atender à Berneck, cerca de 400 veículos, distribuídos em 300 de matéria-prima e 100 de produto acabado. No período de obras haverá movimentação de pessoas alocadas e entrega de materiais e movimentação de máquinas pesadas de terraplanagem, assim como recebimento de diversos contêineres com equipamentos importados para a construção da linha de MDF.

Construção do acesso

Os representantes da Berneck enfatizaram a necessidade de agilizar a construção do acesso, sinalização e contenção de tráfego para que haja segurança durante a edificação da fábrica. Também foi recebida de forma positiva a notícia da assinatura de documento pelo prefeito Antonio Ceron, a ser encaminhado pelo representante da Autopista e que deverá ser protocolado na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), formalizando o pedido para início das tratativas das homologações, liberação e autorizações dos projetos do trevo de acesso marginal junto ao Governo Federal, que serão imprescindíveis aos trâmites. “Estamos em conversações para alinhar as demandas da empresa junto aos projetos, estudos e viabilidade. O contato entre a empresa e a prefeitura vai ficando cada vez mais estreito, em nome do desenvolvimento e da empregabilidade”, lembra o prefeito.

Compartilhar a matéria

Coleção de Papéis de Cartas relatam emoção e nostalgia

0

Meninas nas décadas de 80 e 90 tinham como hábito colecionar papéis de carta, algumas levaram tão a sério que até hoje guardam como relíquias. É o caso da corretora de seguros Lucia Helena Machado, que tem em sua coleção mais de 400 papéis, com figuras, cores e alguns até com cheirinho de frutas.

Lucia comenta que começou ganhando de amigos, outros ela comprou e muito pedia de presentes à parentes, “Quando você começa a coleção você não espera que alcance uma proporção grande, mas eu passava na livraria ou na banca e tinha sempre um diferente, então ia correndo pedir para mãe para comprar, me lembro da minha felicidade”.

Todos guardados em pastas e com todo o cuidado, Lúcia relata emocionada que alguns se perderam em mudanças, outros usou para escrever para amigos que moravam longe e muitos ela deu como cartão de aniversário.

Papeis amarelados com história

Na verdade, colecionar papel de carta foi perdendo a força quando a tecnologia entrou na rotina. As crianças de hoje nunca saberão a felicidade de comprar um papel de carta e a nostalgia que chega ao coração quando os olhos encontram os papeis amarelados.

Hoje Lúcia coleciona copinhos das cidades que visita, e que sua coleção já tem 55 copinhos e que seus papéis de carta estão guardados a sete chaves em sua casa, com cheirinho de infância.

Ela ainda salienta que para as crianças e adolescentes colecionar traz benefícios e incentiva seu filho de oito anos e que colecionar é um aprendizado. ”Acredito que uma coleção traz alguns benefícios, você aprende a ser mais organizado (tem quem organize por data, local, figura), aprende a economizar (para comprar guardava a mesada), nos fazem mais curiosos, atentos e atenciosos (buscamos saber onde encontrar um item que não temos, ficamos  mais perceptíveis procurando, e cuidamos com muito zelo do item).

Colecionadores

Pela internet, a venda e compra desse tipo de coleção é enorme, os anúncios em grupos fechados ou sites de vendas, variam o preço de acordo com a quantidade, um único papel chega a valer R$ 50,00 e algumas coleções com o valor de R$ 3 mil reais.

A verdade é que para quem coleciona, a vida é cheia de histórias e suas coleções uma maneira de contar suas emoções, nostalgias e muito amor.

Compartilhar a matéria

Projeto Lixo Orgânico Zero volta às escolas

0

O Projeto Lixo Orgânico Zero, conhecido Estado afora como Método Lages de Compostagem, retornará a funcionar nas escolas da rede municipal, neste ano de 2019, com auxílio de 25 bolsistas do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), que disponibilizam seu tempo a ajudar a comunidade escolar na manutenção da Mini Compostagem Ecológica e demais ramificações do Projeto.

A equipe apresentou sua proposta para 2019 na reunião de diretores da Secretaria Municipal da Educação na manhã desta quinta-feira (14 de fevereiro), na presença do secretário de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Euclides Mecabô (Tchá Tchá), vestido com a camiseta do Projeto, e disse acreditar no impacto que esta mobilização pode gerar.

Método Lages de Compostagem

 No Método Lages de Compostagem que será aderido nas escolas, os resíduos orgânicos são depositados diretamente sob o solo e cobertos com material orgânico de difícil decomposição (serragem, cinzas de queima de biomassa, podas trituradas de árvores, etc.). Desta forma, os resíduos orgânicos não ficam aparentes e não geram mau cheiro. Após 40 dias estará pronta para o cultivo de plantas. A Secretaria do Meio Ambiente irá auxiliar as unidades escolares com a disponibilização do material orgânico de difícil decomposição, conforme a solicitação da equipe gestora.

Compartilhar a matéria

ATENÇÃO: Defesa Civil realizará treinamento com simulações reais neste sábado

0

Atenção antes que população entre em pânico. A  equipe que compõe a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil. Para reforçar ainda mais o contingente, voluntários foram convidados a integrar esta equipe. O treinamento destas pessoas será realizado neste sábado (16 de fevereiro), das 8h às 13h.

A equipe irá percorrer alguns bairros da cidade, fazendo simulações reais de ocorrências. Portanto, a comunidade não precisa se preocupar caso se depare com um aglomerado de pessoas, aparentemente em situação de risco.

A Defesa Civil conta com 12 servidores, coordenados pelo secretário executivo Jean Felipe Silva de Souza. Ao todo foram chamados 20 servidores para atuar como voluntários. Eles poderão auxiliar os agentes especializados da Defesa, mas não serão, em hipótese alguma, expostos a riscos, e somente poderão manusear alguns dos equipamentos após serem orientados durante o treinamento.

Compartilhar a matéria

CTG Brasil apresentou projeto de restauração do Casarão Juca Antunes

0

O projeto de restauração foi apresentado na manhã desta quinta-feira (14 de fevereiro) por representantes da empresa China Three Gorges Corporation (CTG) e pelo arquiteto Lurian Furtado, no auditório Mario Augusto de Sousa, na Fundação Cultural de Lages (FCL), com as presenças do superintendente Giba Ronconi, o vice-prefeito Juliano Polese e o prefeito Antonio Ceron.

Lurian mostrou, além das particularidades técnicas que envolvem o processo de restauração, um resumo histórico do Casarão Juca Antunes. O trabalho de pesquisa foi realizado pela Fundação Cultural de Lages, através do Museu Histórico Thiago de Castro, com o apoio do professor e autor do livro “A Casa do Planalto Catarinense”, Fabiano Teixeira dos Santos.

Tombada

A casa foi tombada e declarada patrimônio histórico de Santa Catarina pelo decreto 3.462, de 23 de novembro de 2001. No ano de 2006, um restauro emergencial foi realizado, e em 2016 a empresa CTG adquiriu a residência em nome da prefeitura de Lages para iniciar o processo de restauração. A CTG Brasil administra a Usina Hidrelétrica Garibaldi, localizada no município de Abdon Batista, e a ação do restauro é uma medida compensatória, por Termo de Ajuste de Conduta (TAC).

No ano de 2017, o arquiteto lageano Lurian Furtado foi contratado pela CTG para a elaboração do projeto de restauração, que foi aprovado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) em 2018.

Terra Engenharia

A partir desta etapa, outra empresa lageana foi escolhida para o processo de restauração, e em 2019 a Terra Engenharia inicia os trabalhos de restauro. Ao representar a CTG Brasil, o diretor de Meio Ambiente, Saúde e Segurança, Aljan Machado, disse que um dos objetivos da CTG é estar próxima das comunidades. “O Casarão Juca Antunes é um ícone que representa a cultura do povo de Lages e a CTG tem este papel importante para contribuir com o desenvolvimento social das cidades onde atua”, ressalta.

Término da Obra

A previsão do término do restauro é para janeiro de 2020, após, a CTG Brasil fará a devolução do imóvel para que a prefeitura de Lages, através da Fundação Cultural, defina, junto à sociedade, quais as possibilidades culturais que o Casarão irá abrigar. Para o prefeito Antonio Ceron, a relevância do Casarão Juca Antunes está exatamente na representação da identidade cultural do lageano.

Definição de uso

Segundo Giba Ronconi, a definição do que o Casarão Juca Antunes abrigará só ocorrerá junto à comunidade através dos conselhos pertinentes. “Não tomaremos nenhuma decisão sem a consulta ao Conselho Municipal de Política Cultural e ao Conselho Municipal de Patrimônio Cultural. Mas acredito que o espaço deve receber ações que contemplem nossa identidade e que seja um local de propagação da nossa memória”, afirma.

Compartilhar a matéria

Inauguração de loja ocasiona interrupção do tráfego de carros perto da Duque nesta quarta

0

Nesta quarta-feira (13 de fevereiro), a rua Sebastião Chaves Coelho terá o trânsito de veículos interditado entre 18h e 23h, no trecho compreendido entre a avenida Duque de Caxias, e a rua Aristóteles Soeiro Waltrick, em virtude da inauguração da terceira unidade das Lojas Quero-Quero em Lages. Somente este trecho estará bloqueado para o fluxo de carros. O local estará sinalizado pelos agentes da Diretoria de Trânsito (Diretran) e os condutores devem estar ainda mais atentos às alterações.

Compartilhar a matéria

Ponto de Ônibus “teto verde” de Caxias do Sul é um exemplo

0

Como tudo pode ser copiado e reaproveitado, trouxe hoje, por sugestões de leitores o ponto de ônibus da cidade de Caxias do Sul/RS.

Um dos ponto de ônibus da cidade de Caxias foi restaurado com o tema Sustentabilidade e se transformou em uma parada ecológica.

O projeto foi idealizado pelo escritório de arquitetura sustentável ecco! archi studio, em parceria com a empresa de transporte coletivo Visate.

Batizado de Parada Verde, o projeto usou a estrutura original do ponto de ônibus, onde fez pequenos ajustes para que ela pudesse receber um teto verde, que traz benefícios para o meio ambiente e os usuários do transporte coletivo.

Recarregar celular

Além disso, foram instaladas também duas placas fotovoltaicas no local, que tornam a parada energeticamente autossuficiente, oferecendo eletricidade para alimentar pontos de recarga de celular e garantir a iluminação da região com lâmpadas LED.

Resíduos reaproveitáveis

Nos bancos e no próprio telhado ainda foram utilizadas madeiras plásticas, que aproveitam resíduos da indústria moveleira em sua composição. E mais: assentos antigos de ônibus foram reformados e reaproveitados no local, que está protegido com vidro laminado, garantindo conforto, segurança e proteção contra intempéries.

Junto com a inauguração da parada, a Visate ainda lançou, em parceria com a Volvo, o primeiro ônibus híbrido de Caxias do Sul, movido a biodiesel e eletricidade.

Compartilhar a matéria

PROCON: 905 assistências em 2019 e mais de 17 mil em dois anos

0

Em média, de segunda a sexta-feira, o Procon recebe 30 pessoas para atendimento. No período dos últimos 29 dias úteis de 2019, o Procon prestou 905 atendimentos, entre os quais se destacam como maiores a cobrança indevida e/ou abusiva (251), problemas relacionados a contratos (239), cálculos de prestação em atraso (63), produtos com vício (48) e cancelamento de serviços (48).

De janeiro de 2017 até o início da tarde desta terça-feira (12 de fevereiro), foram feitos 17.426 atendimentos, e as dez empresas com maior índice de reclamações somam 5.702 atendimentos, representando 32,72% do total de suportes nestes dois anos. Os cinco primeiros lugares do ranking de reclamações estão relacionados a operadoras de telefonia, num total de 4.068 reclamações. Em seguida vem uma instituição financeira bancária, uma empresa de móveis e eletrodomésticos, um banco, uma outra loja e por fim uma operadora telefônica.

Reclamações

Há também o ranking dos fornecedores com maior reclamação no órgão de proteção ao consumidor. Ou seja, a insatisfação saiu do patamar de atendimento e se tornou processo administrativo. Desde 1º de janeiro de 2017 até início da tarde desta terça, 1.682 reclamações se tornaram processo, destas, 374 são das dez que lideram as queixas. Do total de 17.426, 1.682 não puderam ser resolvidos por telefone, portanto, 91% dos atendimentos foram solucionados por contato telefônico, comprovando a eficiência do método com agilidade ao cidadão.

O Procon de Lages está localizado na rua Martinho Nerbass, nº: 29, Centro, próximo ao Terminal Urbano. Funciona de segunda a sexta-feira, das 12h às 17h para atendimento ao público. Contatos: 3222-3921/3229-2752/3222-0908/3222-1096/3222-6960/e-mailatendimentoprocon@lages.sc.gov.br. Outras informações podem ser acessadas em http://procon.lages.sc.gov.br/.

 

Compartilhar a matéria

VÍDEO EM DESTAQUE